4 exemplos que a natureza sabiamente nos ensina a bem viver

Escrito por: DAVID MUKASEY - 21/05/2018

Observando as leis que regem a natureza encontramos muitas respostas para nossa vida humana.
A natureza contém um código e é um manual de bons modos.

Observemos a água:
Em uma corredeira de pedras a água não para diante a pedra e fica discutindo com ela porque que ela
atrapalha sua passagem, ela apenas contorna e segue seu fluxo.
Porquanto não deveríamos ter o mesmo comportamento diante os problemas?
Não deveríamos buscar uma solução e seguir a diante?
Porque ficarmos detentos pelos problemas?

Observemos o bambu:
Diante uma ventania muito forte o bambu se enverga ao ponto de quase chegar ao solo,
mas sabiamente pela sua flexibilidade ele suporta a tormenta e quando a mesma passa ele retorna ao seu eixo central 
como se nada tivesse acontecido.
Sabemos que quanto mais um edifício for rígido, maior as chances de trincas, rachaduras e desabamentos, porque não
adotarmos a sabedoria do bambu no que tange sua flexibilidade diante as questões da vida?
Se a tormenta há de passar, porque não resistir com fé e com coragem?

Observemos a flor que nasce entre o asfalto:
Apenas floresce resplendorosamente onde foi plantada, não briga com as circunstancia inóspitas.

Observemos a flor de lótus:
Assim como a flor do asfalto, esta cresce lindamente em cima do lodo.

Em ambos os casos das flores, porque sempre reclamamos das condições, da família onde fomos plantados?

Reflita!

Há inúmeros exemplos na natureza basta observar e refletir.


Se você gostou do artigo, ele é assinado pelo terapeuta:

 DAVID MUKASEY

Contate-o para mais detalhes ou terapias.
O conteúdo acima é de total responsabilidade do terapeuta afiliado que assina o mesmo, qualquer irregularidade comunique-nos através do link contato.
O Portal EnergiaEssencial.com.br não se responsabiliza pelo conteúdo acima postado.

Consulte sempre seu médico, não aconselhamos interrupções nos tratamentos médicos, a terapia holística não subsititui a medicina tradicional mas é tratamento auxiliar.

Compartilhar no Facebook


Compartilhar no Facebook