Caridade - Amarás o teu próximo, como a ti mesmo

Escrito por: David Mukasey - 27/01/2021


Os fariseus, tendo sabido que ele tapara a boca dos saduceus, reuniram-se; e um deles, que era doutor da lei, para o tentar, propôs-lhe esta questão: - “Mestre, qual o mandamento maior da lei?” - Jesus respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu espírito; este o maior e o primeiro mandamento. E aqui tendes o segundo, semelhante a esse: Amarás o teu próximo, como a ti mesmo. - Toda a lei e os profetas se acham contidos nesses dois mandamentos.” (S.MATEUS, cap. XXII, vv. 34 a 40.)


Com este trecho retirado do evangelho segundo o espiritismo, que por sua vez foi extraído da Bíblia, Jesus há mais de 2000 anos disse aos fariseus que o maior mandamento é “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu espírito”, e Jesus inteligentemente já seguiu colocando o segundo maior mandamento “Amarás o teu próximo, como a ti mesmo.”


É sobre este segundo que iremos conversar agora.


Quem é o próximo?


O próximo são todos os seres da criação de Deus.


Como posso amar o próximo?
Um bom inicio é a pratica da caridade, Respirando este ar, pouco a pouco começaremos a amar nossos irmãos, estendendo nossa mão amiga aos necessitados, recuperando vossas vidas começaremos a “amolecer nosso coração”, passaremos então a vivenciar o sofrimento alheio, Respeitando aquele ser que ali se encontra em expiação ou prova, e conseqüentemente o desejaremos paz, amor, alegria, harmonia e quando abrirmos nossos olhos....estamos os amando, não só estes, mas a todos, sem distinção nenhuma.


Como posso amar alguém que me fez um grande mal?


Perdoando-o primeiramente já é uma caridade.


A caridade não enxerga os erros do passado, é feita sem distinção, devemos nos preparar na vida não só para nos depararmos com os espíritos afins, vez ou outra encontraremos irmãos que ainda se encontram em um padrão vibratório inferior ao nosso, devemos entender que seu momento é aquele, mas sempre que pudermos devemos lhe estender a mão quando este necessitar.


A Caridade é um grande exercício de amor, quanto mais a praticarmos, mais carinho, respeito e amor nutriremos ao nosso semelhante.


E então vamos nos exercitar?


Se você gostou do artigo, ele é assinado pelo terapeuta:

 David Mukasey

Contate-o para mais detalhes ou terapias.
O conteúdo acima é de total responsabilidade do terapeuta afiliado que assina o mesmo, qualquer irregularidade comunique-nos através do link contato.
O Portal EnergiaEssencial.com.br não se responsabiliza pelo conteúdo acima postado.

Consulte sempre seu médico, não aconselhamos interrupções nos tratamentos médicos, a terapia holística não subsititui a medicina tradicional mas é tratamento auxiliar.


Compartilhar no Facebook